domingo, 14 de março de 2010

19 DE MARÇO DIA DO ARTESÃO

Artesão, o artista que através das mãos conta a história de um povo Instituído no mesmo dia em que se festeja o dia de São José Carpinteiro, o dia do artesão surge como uma forma de homenagear àqueles que vêm representando, ao longo do tempo, a grande diversidade e efervescência cultural e criativa do povo brasileiro

No próximo dia 19 de março milhares de artesãos de todo o país irão comemorar o Dia do Artesão. Instituído no mesmo dia em que se festeja o dia de São José Carpinteiro, o dia do artesão surge como uma forma de homenagear àqueles que vêm representando, ao longo do tempo, a grande diversidade e efervescência cultural e criativa do povo brasileiro, e que também são responsáveis por impulsionar a economia em pequenas comunidades país a fora.

Tecelagem, cerâmica, bordados, rendas, pinturas, nós, crochê e tricô, entre tantas outras técnicas são replicadas, misturadas e reinventadas pelos artesãos. Valorizar esse profissional significa reconhecer sua importância de cidadão, e ao mesmo tempo de artista e empreendedor. Ele é base de uma atividade econômica em que atuam milhões de brasileiros.

A produção artesanal está distribuída em todo Brasil e apoiar a cadeia produtiva é fomentar a geração de trabalho e renda de maneira descentralizada, com impacto social. Das mãos do artesão surge uma expressão cultural que perpetua nossos valores e história. Dados oficiais não atualizados informam que no Brasil existem 8,5 milhões de artesãos, movimentando anualmente R$ 28 bilhões.

Porém acredita-se que estes números estejam defasados, e que atualmente, mais de 11 milhões de pessoas trabalhem com artesanato, gerando uma receita em torno de R$ 37 bilhões anuais. O que faz dessa atividade uma grande alternativa para a inclusão social e o desemprego em nosso país. É uma das mais ricas expressões culturais de um povo, o artesão utiliza cores de sua paisagem, faz referências às suas imagens prediletas, inspira-se na fauna e flora que está ao seu redor, retrata tipos humanos e costumes.

Com sensibilidade, perícia e cuidado, o trabalho artesanal é executado pelas mãos que modificam a matéria utilizando insumos disponíveis e técnicas de produção típicas da sua localidade. Desde os primeiros tempos a habilidade do artesão é de grande importância para a sobrevivência do ser humano. Polir a pedra, fabricar utensílios com o barro, tecer suas roupas com as próprias mãos, fez com que o homem superasse todas as dificuldades para viver em todas as épocas da história.

Essa importância chega até os dias de hoje, uma vez que o trabalho artesanal continua sendo transmitido de pai para filho, ou em escolas e cursos especializados, fazendo com que muitas pessoas sobrevivam única e exclusivamente do artesanato. Além de emprego, o crescimento em números, fez surgir novos negócios, e oportunidades. E também abriu grande espaço para o artesanato e seus profissionais na mídia. Há um grande número de publicações dedicadas exclusivamente a esse segmento.

Alguns jornais também trazem uma seção de passo a passo para seus leitores, e os programas femininos veiculados na televisão passaram a ter em suas pautas um quadro de artesanato. Seu enorme sucesso em todas as mídias abriu as portas para programas exclusivos. Além dos ótimos números, o artesanato traz muitas histórias e exemplos de superação e sucesso, a descoberta e criação de novas técnicas, a história e a cultura de cada região do Brasil, de outros povos e países, e muita arte.

O artesão conquistou lugar de destaque ao conservar as tradições, e fazer com que elas sejam transmitidas de geração em geração, contribuindo assim para o desenvolvimento das comunidades mais longínquas do país. O artesanato também está inserido na atividade turística, e nos últimos anos vem sendo agregado à moda, cresceu em qualidade e quantidade, e é crescente nas exportações.

Está consolidado no Brasil, e se tornou marca registrada do país no exterior. Pessoas anônimas, espalhadas em capitais ou no interior sobrevivem à base da arte que produzem. Muitos desistiram de tentar um emprego fixo, estável, para tirar o sustento do seu próprio talento. O artesanato é uma das formas mais espontâneas de expressão do povo brasileiro.

Em todas as partes do país, é possível encontrar uma produção artesanal diferenciada, feita com matérias-primas regionais e criada de acordo com a cultura e o modo de vida local. Essa diversidade torna o artesanato brasileiro rico e criativo. O artesanato conseguiu ampliar seu mercado obteve do consumidor maior respeito e valorização para esse tipo de trabalho e seus profissionais. Há muito que comemorar, e muito mais a conquistar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário